#VIVA: Virada sustentável

A dica de hoje para os paulistas é a Virada Sustentável!

virada sustentável

Um evento com atividades gratuitas, abertas ao público, que inicia hoje e vai até 30 de Agosto! Em sua quinta edição, a virada envolve articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, coletivos de cultura, movimentos sociais, equipamentos culturais, empresas, escolas e universidades, entre outros, com o objetivo de apresentar uma visão positiva e inspiradora sobre a sustentabilidade e seus diferentes temas para a população.

Para a Maduu os destaques são:

Debate – Moda e Sustentabilidade

Dia 28/08 – 15hrs a 17hrs – Local: IED – Instituto Europeo di Design
Endereço: R. Maranhão, 617

Feira Vegana na Virada Sustentável

Dia 29/08 e 30/08 – 10hrs as 20 hrs – Local: Largo da Batata
Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, s/n

Jazz na Kombi

Dia 29/08 – 14 as 18hrs – Local: Centro Cultural São Paulo (CCSP)
Endereço: Rua Vergueiro, 1000

Cine Horta Ecofalante: “Mais que Mel”

Dia 29/08 – 14hrs as 17hrs – Local: Centro Cultural São Paulo (CCSP)
Endereço: Rua Vergueiro, 1000

Meditação coletiva na cobertura do Prédio Martinelli

Dia 30/08 – 9hrs as 10hrs – Local: Prédio Martinelli
Endereço: Rua São Bento, 405

Show: Céu

Dia 30/08 – 16hrs a 17:30hrs – Local: Parque Villa-Lobos
Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001

Programação completa aqui:

http://viradasustentavel.com/programacao/

11921634_1360589683981391_6990632409706569527_n

Nos encontramos lá?

Anúncios

#VIVA: Lettering de Tatiana Matsumoto

Produzir arte é expressar o que se sente, se vive!

Para o primeiro post do blog MADUU resolvemos apresentar o trabalho da Tatiana Matsumoto. A jovem que aos 23 anos encontrou na lettering um hobbie e uma forma de expressar seus pensamentos!

Tati Matsumoto
Tati Matsumoto

Como se identificou com o mundo da lettering?

Eu sempre gostei de tipografia, caligrafia e as pessoas falavam que a minha letra era bonita! Comecei a ler alguns livros por interesse,  como hobbie mesmo, nunca pensei em ganhar dinheiro com isso, mais para passar o tempo mesmo. Uma amiga que trabalha com publicidade comentou de um encontro de designers, que é o Pixel Show, e lá iria ter um curso de lettering. Eu não sabia o que era, ela disse que era parecido  com caligrafia, tipografia e eu falei: Ok, vamo embora! (risos) Foi lá que eu conheci e tomei muito gosto pelas técnicas e regras do lettering, foi aí que eu comecei de verdade!

Como funciona o seu processo criativo?

É complicado… geralmente eu começo a trabalhar a noite. As vezes vem uma ideia, vontade de desenhar, aí eu abro o meu caderninho e tento rabiscar alguma coisa! Entro no Pinterest, procuro citações. Em geral eu procuro primeiro as citações para criar as minhas auto-citações, e despois eu começo a escrever alguma coisa… a arte vem espontaneamente, a criação do texto é uma coisa que precisa de mais estímulo.

 lettering MADUU

Qual é a sua principal fonte de inspiração?

Pinterest, adoro!! Adoro citações principalmente, mas para pegar técnicas, tipos de letras, essas coisas eu vejo tipografias em geral, caligrafias. E também têm algumas pessoas que eu sigo no instagram que são boas e servem de inspiração também.

Quais músicas você costuma ouvir na hora de criar?

São várias, eu sou bem eclética! Ouço de tudo, mas gosto de pop, rock levinho, ouço músicas mais tranquilas tipo Nora Jones, Imagine Dragons, Kings of Leon… Depende do meu humor, depende do horários que estou desenhando e do momento que estou vivendo

Depois que começou a praticar o lettering o que você sente que mudou na sua vida?

Agora eu sei que tenho um hobbie, uma coisa que eu gosto, as pessoas reconhecem, falam que eu tenho talento, algumas falam que eu devo vender, mas não consigo dar um valor, um preço para o que eu faço e o que amo.

É um momento que eu consigo refletir, colocar um pouco do que estou sentindo no papel e fugir um pouco do dia a dia.

 Maduu 02

Quais são os seus projetos para o futuro?

Um sonho que tive ano passado e este ano não realizei, era de apresentar algum trabalho na Flip – Feira de literatura Internacional de Paraty, lá tem muita oportunidade dos artistas apresentarem os seus trabalhos e principalmente o meu porque eu que crio as minhas citações, não vou pegando de artistas famosos ou de letras de músicas eu acho que isso tira um pouco da originalidade do trabalho. Me acho boa na criação de texto e da arte final, uma coisa que eu queria expor mas ainda não sei como.

tatiPara acompanhar o trabalho da Tatiana, siga @tatimatsumoto no instagram!

Qualquer produto da Coleção Sirena acompanha um TAG com a arte desenvolvida pela Tati!

>COMPRE ONLINE<<

Captura de tela inteira 10082015 232224.bmp